Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta.
Mateus 6,26

A observação de aves no Brasil


 

Escrito por Tietta Pivatto   www.bonitobirdwatching.blogspot.com

Revista Birdwatcher –  Link artigos   www.birdwatcher.com.br

 

Embora o Brasil possua mais de 1.800 espécies de aves em seu território, só recentemente a observação de aves tem se destacado como atividade turística e econômica. O interesse cresceu a partir das décadas de 1970-80, com os primeiros clubes de observadores de aves que promoviam atividades isoladas, com poucos interessados. Após a Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento,houve um aumento na divulgação das riquezas naturais brasileiras pela mídia, e a observação de aves veio gradualmente despertando interesse. Em 1997 foi realizado o Primeiro Encontro de Observadores de Aves e Turismo no Rio de Janeiro, mas com pouca participação, talvez porque o mercado ainda não estivesse maduro o suficiente para esta nova atividade.

 

Em 2001, é criada a Lista Brasileira de Ornitologia na Internet, viabilizando a troca de informações entre ornitólogos e estudantes de todo o Brasil. Seu sucesso no estímulo das discussões fez com que dela derivassem outras listas temáticas, entre ela a Lista Birdwatching Brasil em 2005. Esta lista também foi responsável pelo surgimento de outras listas mais específicas, como a Plantar Pássaros em 2007. Outra consequência foi o aumento de demanda para cursos sobre observação de aves (inclusive à distância), novos roteiros e destinos especializados.



Um fato marcante na observação de aves brasileira foi a realização do primeiro Encontro Brasileiro de Observação de Aves (Avistar Brasil) em 2006, reunindo pela primeira vez instituições de ensino, operadoras de turismo, editoras, fotógrafos, associações de observadores de aves, estudantes e outros interessados neste segmento. O sucesso do evento garantiu sua continuidade, e desde então vem acontecendo anualmente, tornando-se uma referência no Brasil. Um dos resultados positivos destes encontros foi a proliferação de clubes de observadores de aves e de novos roteiros pelo Brasil, fortalecendo a atividade.

 

Mesmo com o crescimento deste segmento, ainda não existem dados oficiais sobre a observação de aves, seus rendimentos, número de empregos gerados ou total de empreendimentos envolvidos no país. Com isto perde-se a oportunidade de investir e fomentar uma atividade com grande potencial econômico, social e ambiental. Os únicos dados disponíveis são estimativas divulgadas por operadoras de turismo especializadas que oferecem pacotes para observação de aves. Bret Whitney, em 2006, estimava que mais de 600 turistas tenham vindo ao Brasil em 2005 especificamente para observar aves, movimentando cerca de US$ 1,000,000.

A observação de aves no Brasil ainda tem muito a crescer como atividade econômica, não apenas pela riqueza de aves, mas também pelas oportunidades de investimentos e trabalho.




Voltar



2018 © birdwatchingilhabela.com.br. Todos os direitos reservados.